Diário do Salto Alto

 Plano Paleo: O que é? | Dieta Paleolitica

Plano Paleo

Quando se fala sobre Dieta é normal que as pessoas se dividam em dois grupos:

  • As que acham que ela é uma dieta modinha e super extremista
  • E as que acham que ela é a dieta ideal e que trará a solução para a obesidade no mundo todo.

O que está por trás do Plano Paleo? Ela realmente funciona? Você se encaixa nela?

Para entender melhor o que é o Plano Paleo, continue lendo.

O que é a Dieta Paleolítica (Plano Paleo) ?

O Plano Paleo é uma forma de alimentação que se baseia na alimentação do homem que viveu há 15-10 mil anos (período da Idade da Pedra).

Isso significa que você pode comer tudo o que o homem era capaz de caçar ou plantar nessa época (carnes, frutos do mar, frutas e verduras, nozes e sementes, tubérculos).

Este argumento se baseia na da biologia evolutiva.

Robb Wolf, um grande nome do movimento paleo, teve um bom pensamento: se você pegar um campo de futebol de 100 metros de comprimento, 99,5 metros é equivalente ao tempo que o ser humano passou se alimentando como caçador-coletor. Já o 0,5 metro equivale ao tempo que vivemos depois da introdução da agricultura.

Então, o corpo humano estaria extremamente adaptado à alimentação do Plano Paleo, mas ele não tendo tempo para se adaptar à revolução da agricultura que é muito recente ainda, em termos evolutivos.

A agricultura  mudou nossa dieta e estilo de vida, mas não conseguiu mudar nosso corpo.
Assim, em vez de nos alimentarmos de carnes, frutas e verduras e coisas encontradas na natureza, acabamos nos acostumando com grãos (massas, pães, arroz e feijão etc.), e comidas industrializadas (frituras, açúcar refinado e óleos poliinsaturados).

Um volta as origens, é isso que o Plano Paleo nos propõe. Ele faz valer os princípios da biologia evolutiva e buscar à resposta para a pergunta: qual é a dieta mais saudável possível e a melhor para os seres humanos com os alimentos que temos hoje?

Mesmo com algumas criticas e com muita polemica o Plano Paleo funciona, as pessoas emagrecem e permanecem magras, o que é o mais importante.

Se você quer emagrecer rápido em poucas semanas com alimentação Paleo, recomendamos que de uma olhada em nossas dicas sobre:

O que comer e o que NÃO comer no Plano Paleo

Você pode Comer:

  • Carne (de preferência vinda de animais que pastam, e não de alimentados com ração/grãos)
  • Peixe e frutos do mar
  • Frutas frescas
  • Vegetais frescos
  • Ovos
  • Nozes e sementes
  • Tubérculos (como batata-doce e inhame)
  • Óleos saudáveis (azeite, óleo de coco, óleo de macadâmia)
  • Caldo de ossos (brodo)

X Não Pode Comer (ALIMENTOS PROIBIDOS!)

  • Grãos e cereais
  • Leguminosas (como feijão)
  • Leite e laticínios
  • Açúcar refinado
  • Alimentos industrializados (se vem em um pacote, provavelmente não deve ser comido)
  • Óleos vegetais refinados (óleo de soja, milho, girassol, canola, margarina)
  • Doces, frituras, junk food

Por que o Plano Paleo funciona?

  • Elimina ou restringe da sua dieta fontes de inflamação e alergia
  • Promove o controle da glicose e insulina no sangue (reduz a resistência à insulina)
  • Melhora a digestão e absorção dos alimentos (e fortalece sua flora intestinal)
  • Altamente nutritiva, sacia mais com menos calorias

Esses fatos do Plano Paleo fazem as pessoas emagrecerem com facilidade, além da melhora na saúde.

Há poucos estudos científicos sobre o Plano Paleo, mas o que sabemos é o ótimo potencial desse tipo de alimentação para emagrecimento, redução de glicemia e redução de riscos de doenças cardíacas,

O Plano Paleo merece uma chance se você está mesmo querendo emagrecer. Se você conseguir se adaptar à ela terá resultados muito bons. Teste a dieta paleo por 30 dias.

O que importa é perceber como seu corpo vai reagir quando você retirar do cardápio tudo que a genética dele ainda não está pronta para lidar.

  • Passo 1: Eliminar, cortar ou reduzir ao máximo

As seguintes 3 coisas da sua vida:

  1. Açúcar refinado
  2. Farinha de trigo
  3. Óleos vegetais poli-insaturados (óleo de soja, óleo de girassol, óleo de canola, margarina)

O que significa parar de comer fritura, pão, massa, doces e refrigerantes. O que fará você parar de consumir besteiras que são compradas nas gôndolas de supermercado.

Retirar tudo isso do cardápio parece simples, mas sabemos que não é fácil. Por isso, vale o esforço no começo, porque os resultados desses cortes chegam rápido. Se estiver difícil cortar do cardápio, procure substituir os ingredientes: trocando tudo que leva farinha de trigo por alimentos sem glúten, que hoje encontramos facilmente no mercado, ou substituindo a farinha de trigo por farinha de arroz ou de amêndoas. Substitua os óleos vegetais por azeite, manteiga, óleo de coco ou dendê.

Quanto ao açúcar refinado, o ideal é mesmo cortá-lo. Se não for possível mesmo eliminá-lo de vez da sua vida, use mel, melado ou açúcar de coco no lugar, sempre consumindo o mínimo possível. E se bater aquela vontade irresistível de comer doce, tente substituir por uma fruta bem doce como manga ou mamão.

Fique nesta fase agora por pelo menos 10 dias.

  • Passo 2:  Agora você irá eliminar

  1. Arroz e feijão
  2. Leite e laticínios (exceto manteiga e creme de leite)
  3. Adoçantes

Você acha impossível viver sem o seu arroz com feijão e tomar o café com leite? É menos complicado do que você imagina. O segredo está em substituir e adicionar. Aqui você vai trocar o arroz com feijão por batata-doce, mandioquinha ou inhame.  Também pode trocar o leite por leite de coco, amêndoas ou castanhas. Troque o adoçante por stévia ou xylitol, ou elimine-o por completo da sua vida.

E agora é hora de começar a consumir mais salada e verduras, se ainda não estava fazendo isso.

Algumas dicas

Para você pensar e comer de acordo com a dieta paleolítica:

  • Suas refeições devem ser ricas em gordura, moderadas em proteína animal e moderadas ou pobres em carboidratos.
  • Não é preciso contar calorias nem controlar as porções, ou seja, você não passa fome.
  • Não tenha medo de gordura saturada, como óleo de coco, manteiga ou ghee. Consuma em grandes quantidades e use-os para cozinhar.
  • Azeite, óleo de abacate e macadâmia também são boas fontes de gordura para serem usadas em comida, mas não para cozinhar.
  • Banha de porco pode ser uma boa alternativa, mas somente se vier de animais saudáveis e bem tratados.
  • Consuma uma boa quantidade de proteína animal. A DP é uma dieta rica em proteína. Isso inclui carne vermelha, frango, porco, ovos, peixes e frutos do mar. Não é preciso fugir dos cortes mais gordos de carne, nem dos órgãos (fígado, coração etc.). Use os ossos para fazer caldos e molhos.
  • Consuma bastante vegetais: frescos ou congelados, crus ou cozidos. Batata-doce e inhame são ótimas fontes de carboidratos.
  • Coma frutas e nozes em quantidades moderadas. Dê preferência para frutas com pouco açúcar, como morangos, e nozes e sementes com pouca gordura poliinsaturada, como as macadâmias.
  • Elimine completamente o consumo de óleos vegetais hidrogenados e parcialmente hidrogenados. Entre elas estão a margarina, óleo de soja, óleo de canola, óleo de semente de girassol, óleo de milho.
  • Elimine o açúcar refinado, refrigerantes e sucos. Via de regra, se vier em uma caixa, não coma. No supermercado, tente se restringir à parte de frutas, verduras e hortaliças e as sessões de carne e peixe.
  • Corte os cereais e leguminosas da sua dieta. Isso inclui trigo, arroz, soja, feijão e milho.
  • Corte o leite e os laticínios, com exceção talvez da manteiga e do creme de leite.
  • Esqueça essa coisa de 3 refeições por dia. Coma quando estiver com fome e fique à vontade para combinar jejum intermitente com a dieta paleolítica.

 

Receitas fáceis para iniciar o Plano Paleo

Segunda Feira

  • Café da manhã: Omelete de 2 ou 3 ovos, vários vegetais, cozida em manteiga ou óleo de coco.
  • Almoço: Iogurte natural com mirtilos e um punho de amêndoas.
  • Jantar: Hambúrguer com queijo (sem pão), servido com vegetais e molho.

Terça Feira

  • Café da manhã: 2 ou 3 ovos mexidos com bacon.
  • Almoço: Restos do jantar de hambúrgueres e vegetais da noite anterior.
  • Jantar: Salmão em manteiga com vegetais.

Quarta Feira

  • Café da manhã: 2 ou 3 ovos mexidos com vegetais, salteados em manteiga ou óleo de coco.
  • Almoço: Salada de camarão com azeite de oliva.
  • Jantar: Frango grelhado com vegetais.

Quinta Feira

  • Café da manhã: Omelete de 2 ou 3 ovos, vários vegetais, cozida em manteiga ou óleo de coco.
  • Almoço: Batido de leite de coco, mirtilos, amêndoas e proteína whey.
  • Jantar: Bife de vaca com vegetais.

Sexta Feira

  • Café da manhã: 2 ou 3 ovos mexidos com bacon.
  • Almoço: Salada de frango com azeite de oliva.
  • Jantar: Costeletas de porco com vegetais.

Sábado

  • Café da manhã: Omelete de 2 ou 3 ovos com vegetais.
  • Almoço: Iogurte com mirtilos, flocos de coco e um punho de nozes.
  • Jantar: Almôndegas com vegetais.

Domingo

  • Café da manhã: 2 ou 3 ovos mexidos com bacon.
  • Almoço: Batido de água de coco, um pouco de natas, proteína whey com sabor a chocolate e bagas.
  • Jantar: Asas de frango grelhadas com espinafre cru.

Bem facinho né? E tem muito mais que você pode inventar e recriar.

Carol Marquezine, 28 anos.

Publicitária nascida em Piratininga mas morando atualmente em São Paulo.

Nutro uma paixão por falar de moda, relacionamento, saúde, moda, e viajar… ✈

Acompanhe minhas mídias sociais

ENTRE EM CONTATO

Plano Paleo: O que é? | Dieta Paleolitica
Avalie o Diário
diario do salto alto

Faça Parte do Time do Diário

Inscreva-se e receba conteúdo exclusivo!

Eba! Agora você já faz parte do nosso TIME! Confirme sua inscrição em seu email.